Notícias

29.01.2020

Relação dos alimentos com o câncer

As duas primeiras semanas de fevereiro já começam com datas importantes quando o assunto é saúde, dia 4 e 15!  No início do mês é comemorado o Dia Mundial contra o Câncer e logo depois vem o Dia internacional de Luta contra o Câncer na infância. 

Em 2018, o câncer foi responsável pela morte de 9,6 milhões de pessoas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Já no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no mesmo ano foi registrado cerca 600 mil casos da doença, com a estimativa de manter a mesma incidência para 2019. 

Já em relação às crianças e adolescentes, mais de 300 mil diagnósticos são feitos anualmente, sendo que 215 mil acontecem até os 15 anos. Na faixa etária de 15 a 19 anos, são identificados 85 mil casos. Estes dados são da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC).

Ainda sobre os pequenos, os cânceres são a segunda maior causa de morte, ficando atrás apenas de causas externas, como acidentes e violência, por exemplo. Os mais comuns são leucemia, tumores do sistema nervoso central e linfomas. 

Todos esses números mostram o quão séria é essa doença, de modo que é preciso ter muito cuidado com a saúde para se prevenir. Atentar-se com a alimentação é uma ótima maneira para se começar. 

A Med-Rad separou uma lista de ingredientes ricos em substâncias antioxidantes e fitoestrógenos que protegem as células contra mutações no DNA e podem estar na sua mesa.   

 

CONHEÇA OS ALIMENTOS! 

  • Peixes: Sardinha, salmão e atum;
  • Frutas vermelhas e roxas;
  • Frutas ricas em vitamina C como laranja, acerola, caju, abacaxi… 
  • Tomate, goiaba e melancia;
  • Beterraba, repolho roxo, cebola roxa, berinjela, ou seja, vegetais roxos! 
  • Couve e espinafre;
  • Abóbora e cenoura;
  • Alho e cebola;
  • Gengibre;
  • Couve-flor e brócolis;
  • Soja e feijão;
  • Chocolate amargo e cacau;
  • Chá verde e preto.

 

O QUE EVITAR 

Assim como há alimentos indicados para o consumo, existem outros que fazem mal a saúde, já que têm diversos fatores que podem alterar o material genético e lesionar as células humanas. De acordo com o nutricionista Fábio Gomes, do INCA, “esse processo leva a uma multiplicação celular muito maior do que o normal e, em consequência, pode aparecer um tumor”. 

As carnes processadas – linguiça, salsicha e bacon -, alimentos gordurosos, refeições com muito sal – carne seca, bacalhau, refrigerantes, pizzas congeladas, salgadinhos de pacote, entre outros -, devem ser evitadas ao máximo!    

O melhor a se fazer é ter sempre um prato colorido, rico em frutas, legumes, verduras, grãos, carboidrato e proteína, dessa maneira as doenças ficarão longe do seu corpo! 

AGENDAR EXAME AGORA