Notícias

19.06.2020

Os benefícios da Ginástica Laboral

O trabalho muitas vezes exige demais de nós e é por isso que a prática da Ginástica Laboral é essencial. Ela é destinada, especificamente, aos colaboradores em seu local de trabalho – e estar em casa não é desculpa para não realizar os exercícios.

Entre a lista extensa dos seus benefícios estão:

  • Redução da fadiga;
  • Aumento da produtividade;
  • Prevenção de lesões provocadas por repetições;
  • Melhoria da circulação do sangue;
  • Correção da postura
  • Melhoria de relacionamento entre colegas de trabalho.

O que muita gente não sabe é que há 4 tipos de Ginástica Laboral, cada um deles com um objetivo diferente. O primeiro é a Ginástica Laboral Preparatória, para quando estamos prestes a iniciar a jornada de trabalho, ativando fisiologicamente o corpo.

Já a Ginástica Laboral Compensatória deve ser feita ao longo do dia, para o relaxamento muscular, evitando assim o desconforto. Os exercícios da Ginástica Laboral de Relaxamento devem ser realizados, pelo menos, 10 minutos antes de encerrar o expediente, para suavizar o ritmo de trabalho e reduzir o estresse.

Esses são os tipos mais comuns, mas há ainda a Ginástica Laboral Corretiva, que procura encontrar o equilíbrio muscular, reduzindo os efeitos negativos de permanecer com uma postura inadequada.

Separamos alguns exercícios de relaxamento para que você comece a praticar e melhore a sua qualidade de vida.

 

  1. Preparação, postura e respiração

Afaste a cadeira da mesa de trabalho e, com os pés inteiramente apoiados no chão e as costas retas, gire os ombros para trás. Faça algumas respirações bem profundas nessa posição.

 

  1. Relaxamento para o pescoço e a coluna

Tombe o pescoço para trás por alguns segundos, depois direcione o seu queixo para baixo e vá descendo até que suas mãos encostem no chão e o tronco fique apoiado em suas pernas. Relaxe todo o corpo nessa posição por alguns minutos, mantendo a respiração neutra, e depois suba lentamente.

 

  1. Alongamento para o pescoço e braços

Gire a cabeça para os lados, sempre com o queixo reto, olhando por cima do seu ombro. Repita o movimento algumas vezes, em um ritmo moderado. Logo após, olhe para frente e incline a cabeça para os lados, usando as mãos para forçar um leve alongamento. Evite mexer os ombros.

Com os ombros relaxados e a postura ereta, leve seus braços para trás da cadeira e tente juntar suas mãos por alguns segundos. Depois, leve os braços à frente do corpo, erga a palma da mão em um sinal de pare e, com a outra mão, puxe as pontas dos dedos, segurando por alguns segundos. Repita o movimento do outro lado.

 

  1. Alongamento para as pernas

Eleve as pernas até ficarem retas em relação aos joelhos e estique a ponta dos pés à sua frente, alongando o peito do pé. Depois, aponte os dedos em sua direção, deixando que o calcanhar se projete frontalmente. Você pode fazer algumas repetições desses movimentos alternando os pés ou mantendo-os juntos.

AGENDAR EXAME AGORA