Notícias

16.06.2021

A importância do autoexame

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer de mama se tornou a forma da doença mais comum este ano, superando o câncer de pulmão. Por isso, é sempre bom lembrar que a prevenção é o melhor caminho quando o assunto é a nossa saúde e que você não precisa esperar até Outubro para se cuidar. Por isso, além de hábitos saudáveis, devemos estar atentas às mudanças do nosso corpo — daí a importância do autoexame!

E, ainda que esse não seja considerado um exame preventivo, como a mamografia de rastreamento, uma pesquisa do Instituto Nacional do Câncer (INCA) aponta que, em 66,2% dos casos, é a própria mulher ou companheiro que percebe os primeiros sinais da doença. Além disso, em um terço desses casos, o câncer é descoberto ainda em estágio inicial, o que aumenta as chances do tratamento ser bem sucedido.

Por isso, o autoexame deve ser feito mensalmente, sete dias após o início da menstruação. No caso de mulheres que não menstruam, seja por causa de medicamentos ou da menopausa, o recomendado é escolher um dia do mês. E há três maneiras de fazê-lo:

  • Em frente ao espelho

Posicione-se em frente ao espelho e observe os dois seios, primeiramente com os braços caídos. Depois, coloque as mãos na cintura, fazendo força e atrás da cabeça, analisando o tamanho, posição e formato do mamilo. Pressione-o levemente e veja se sai secreção.

  • Em pé

Levante o braço esquerdo e apoie-o sobre a cabeça. Com a mão direita esticada, use a polpa dos dedos, não as pontas ou as unhas, para examinar a mama esquerda. Divida o seio em faixas e faça movimentos circulares. Repita os movimentos na outra mama.

  • Deitada

Coloque uma toalha dobrada sob o ombro direito e leve a mão direita até a nuca. Com a mão esquerda, sinta a mama com movimentos circulares, fazendo uma leve pressão. Apalpe a metade externa da mama e depois as axilas. Repita os movimentos do outro lado.

É fundamental que, ao sentir algum nódulo ou mudança na textura ou tamanho da mama, você procure seu médico, para que ele realize o exame clínico e, se for o caso, solicite uma mamografia. Aproveitando, vale ressaltar que o autoexame é apenas a primeira precaução e não dispensa a consulta ginecológica anual, essencial para prevenir e tratar qualquer problema que possa vir a aparecer!

AGENDAR EXAME AGORA